.koan.samsara.satori.nirvana.
terça-feira, maio 22, 2007
 


A CADA UM SEGUNDO SUAS OBRAS


Não é todo dia que eu deparo com uma foto do grande Chico Buarque nas páginas do Correio. Lá está ele, com aqueles olhos bonitos, vestindo a camisa do time do coração, o Fluminense.

Daí, me lembro que meus amigos que torcem pelo Fluminense nunca são xingados de Fluminense, como acontece com os flamenguistas ou corintianos. Parece que eles não se importam com o fato de serem torcedores do tricolor carioca, apenas são.

Talvez seja esse o segredo da admiração, do sucesso, da idolatria que os brasileiros têm pelo Chico. Ele está tão longe, tão à parte das críticas e dos elogios que nada o atinge. Se o chamam de gênio, ele não esboça sorriso. Se o chamam de safado, ele não esboça irritação.

Quando um paparazzo tirou uma foto dele com uma mulher casada, até ensaiaram um escândalo. Só que esqueceram de avisá-lo que ele tinha que fazer parte do faniquito. Ele não tava nem aí.

Daí, ele lança um disco que vende que nem água. Sucesso de crítica e de público. Lotação esgotada, presidente Lula na primeira fila, primeira página dos jornais. E lá está ele, no dia anterior, jogando pelada com os amigos e comendo um churrasquinho, como se todo aquele circo montado pra ele e sobre ele não fizesse sentido.

Mas é, ele não precisa falar nada. Não precisa nem cantar direito (convenhamos que a voz dele não é essas coisas). Ao cantarolar os primeiros versos das músicas, ficamos hipnotizadas, como se ele estivesse fazendo um favor para nós.

Mas, na verdade, ele não está nem pensando nisso. Para ele, isso é tão simples quanto torcer pelo Fluminense.

....

Daí, resolvo ir pra seção de Esportes. Deparo com uma entrevista com o ex-jogador Leonardo, lateral-esquerdo da Seleção na Copa de 1994, hoje dirigente do Milan e dono da Fundação Gol de Letra. No fim da entrevista, o repórter pergunta:

- Como você gostaria de ser lembrado?

- Não quero ser lembrado. Quero apenas fazer meu trabalho bem-feito.

Chico e Leonardo serão lembrados por terem feito um bom trabalho em suas áreas. É, mas será que eles se importam com isso?

Frase da Hora: “Eles passarão, eu passarinho.” (Mário Quintana)


 
Comments:
Fantástico...é como se eu não quisesse ser idolatrada, é como se eu não fosse o ponto da questão. Importante mesmo é o que fazemos, o que plantamos, o que colhemos...nós não ficaremos e sim o que nós fizemos.
Melocotón sempre abordando temas que nos faz refletir!!! This is very good!!!

Abraço forte (força sempre)
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home
Um espaço pra todos lerem, pensarem e emitirem opiniões, clichês, dúvidas, críticas, palavrões, pela-saquices... ou seja: comunicação e interação! Comentários são mais que bem-vindos... eles são obrigatórios! As críticas me mostram no que posso melhorar; os elogios me mostram no que estou acertando. Sou o que sou, mas também sou que acham de mim, pois vivo em sociedade. Como diria Batman: "Não é o que eu sou, mas o que eu faço é o que me define."

Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Ué, achei que já tinha respondido a esta pergunta... msn: nemchama@hotmail.com

ARCHIVES
11/01/2004 - 12/01/2004 / 01/01/2006 - 02/01/2006 / 02/01/2006 - 03/01/2006 / 03/01/2006 - 04/01/2006 / 04/01/2006 - 05/01/2006 / 05/01/2006 - 06/01/2006 / 10/01/2006 - 11/01/2006 / 11/01/2006 - 12/01/2006 / 12/01/2006 - 01/01/2007 / 01/01/2007 - 02/01/2007 / 02/01/2007 - 03/01/2007 / 03/01/2007 - 04/01/2007 / 04/01/2007 - 05/01/2007 / 05/01/2007 - 06/01/2007 / 06/01/2007 - 07/01/2007 / 07/01/2007 - 08/01/2007 / 08/01/2007 - 09/01/2007 / 10/01/2007 - 11/01/2007 / 05/01/2008 - 06/01/2008 /


Powered by Blogger